COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

5 funcionalidades de RIS para sua clínica em um só sistema

Por Pixeon em 5 de junho de 2015

shutterstock_161970044Otimizar o fluxo de operações de uma clínica, tornando-a mais produtiva, assertiva e rentável, é possível com a implementação de um software de gestão. Com um sistema RIS a clínica pode padronizar processos, ter controle dos indicadores financeiros, agilizar atendimentos e atender mais pessoas, apenas organizando melhor as demandas, sem perder a qualidade do atendimento. Para te ajudar neste momento de decisão para sua unidade de saúde, organizamos esse artigo com 5 funcionalidades do RIS para sua clínica.

 

#1 Personalização

Um bom sistema de gestão precisa se adaptar ao formato do seu centro de diagnóstico e não o contrário. A solução deve ser programada de acordo com os processos e peculiaridades da sua unidade de saúde e, principalmente, ser escalonável, ou seja, permitir e ser adaptável ao crescimento da sua empresa. Assim, o sistema vai evoluir junto com sua clínica e, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, o sistema pode ser o mesmo.

 

#2 Integração com outros sistemas

É importante que o RIS permita essa integração entre outros sistemas, como HIS e PACS. Isso garante o cadastro único do paciente dentro da instituição, evitando que a informação se torne descentralizada. Além disso, os usuários do sistema acesse todas as informações do paciente. A integração também favorece um ambiente paperless. Saiba mais sobre a importância dessa integração de sistemas de gestão.

 

#3 Organização do fluxo de pacientes

Utilizando um sistema RIS, é possível ter controle de todo o fluxo de cada paciente, desde o momento da entrada na recepção. Assim que o paciente entra e deve ser atendido por determinado médico, ele entra na fila deste profissional, que tem acesso à sua ficha e consegue saber há quanto tempo ele está esperando. Além disso, qualquer profissional envolvido no processo de tratamento deste paciente pode saber por quais procedimentos ele já passou na clínica e por quais ainda precisa passar. Desta forma, é muito mais fácil organizar e ter controle das filas de trabalho de todos os funcionários, além de entender onde estão os gargalos no atendimento dos pacientes.

 

#4 Geração de dados

O sistema RIS consegue armazenar dados e gerar análises interessantes para o administrador posteriormente. Com a análise desses dados, o administrador consegue, por exemplo, determinar se precisa contratar mais um médico para determinada especialidade, ou investir mais ou menos em determinada área da clínica de acordo com a procura pelo tipo de especialidade.

 

#5 Organização financeira

A área financeira de uma clínica pode ser bastante complexa de gerir e, por isso, a maneira mais rápida, confiável e prática é utilizando um sistema RIS. A solução consegue fazer o controle dos gastos e receita, gerando relatórios que conseguem dar indicativos importantes para que o administrador defina metas, entenda as áreas mais importantes, etc. Além disso, o sistema organiza todos os processos e os alinha com as normas dos convênios, o que pode evitar glosas.

 

Quer saber mais sobre as funcionalidades do RIS para a sua clínica? Leia nosso post sobre os benefícios do RIS para a área administrativa ou fale com a nossa equipe!

 

Conheça também:

marcação web de exames

 

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Inteligência artificial na saúde: aplicações na Radiologia

Inteligência artificial na saúde: aplicações na Radiologia

  O termo inteligência artificial (IA) refere-se à ciência e capacidade de programar habilidades cognitivas às máquinas, computadores. Como em muitos filmes de ficção científica que assistimos, computadores dotados de IA são capazes de realizar tarefas antes apenas desempenhadas pelo […]

Como está a saúde no Brasil no atual panorama econômico?

Como está a saúde no Brasil no atual panorama econômico?

Não há apenas uma forma de avaliar a saúde no Brasil. Há diversas variáveis que podem e devem ser levadas em consideração. Falar sobre crise, por exemplo, está bastante relacionado com uma combinação entre o cenário do produto interno bruto […]

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias