COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como aumentar a produtividade da sua clínica de diagnóstico por imagem

Por Pixeon em 18 de dezembro de 2014

O principal objetivo de uma clínica de diagnóstico por imagem é atender pacientes com qualidade e realizar os exames corretamente e com segurança. Por isso, a produtividade de uma clínica pode ser medida, especialmente, pelo processo de atendimento aos pacientes, ou seja, quanto mais pacientes são atendidos com qualidade, mais produtiva é a clínica.

 

Assim, a otimização de cada etapa, desde o primeiro atendimento até a saída do paciente, é crucial para que a clínica funcione corretamente. Fazer com que o paciente tenha um alto tempo de espera, ou ocupá-lo mais tempo que o necessário dentro das instalações, por exemplo, são fatores que podem diminuir a produtividade.

 

Para ajudar a melhorar a produtividade na sua clínica de diagnóstico por imagem, o sistema RIS, da Pixeon, tem como uma das principais funções organizar o fluxo do estabelecimento. O processo é simples: ao chegar no laboratório, o paciente retira uma “senha”, que indicará para o sistema que há um novo paciente a ser atendido, colocando-o na fila de atendimento. A segunda etapa começa do momento que o paciente é cadastrado até ele entrar na sala de exame, enquanto a terceira é destinada ao tempo em que ele permanece sendo atendido.

 

Cada paciente tem o tempo entre cada uma dessas etapas marcado no sistema e a análise destes dados permite ao administrador saber em quais momentos a instituição deve focar em aprimorar o atendimento. Seria acelerando o processo de senhas ou aumentando o número de atendentes? Investindo em uma sala de espera maior, para acomodar mais pacientes? Sabendo qual é a etapa problemática no atendimento, há várias soluções possíveis para aumentar a produtividade da sua clínica de diagnóstico por imagem. Além disso, o RIS também organiza os exames para serem enviados para o médico, assim ele sabe exatamente a ordem que cada paciente foi atendido pelo técnico. 

 

Por fim, além de resolver os problemas de fluxo da clínica, o sistema também otimiza o tempo do paciente, ao encaixá-lo em horários próximos de exames e consultas, o que evita que ele precise vir até a clínica várias vezes, caso tenha necessidade realizar mais de um exame. Esse processo, se feito manualmente, exige tempo de um funcionário, o que poderia significar mais gastos e delimitaria o número de clientes atendidos pela clínica.

 

Aumentar a produtividade da sua clínica de diagnóstico é um fator muito importante e contar com ferramentas rápidas e precisas é fundamental para essa organização.

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

O que você deve saber sobre um sistema de gestão hospitalar

O que você deve saber sobre um sistema de gestão hospitalar

É comum que as instituições médicas estejam mais preocupadas com a aquisição de equipamentos para otimização de atendimento, procedimentos, etc. Porém, uma questão que nem sempre é levada em consideração é a necessidade primordial de um sistema de gestão hospitalar […]

A saúde do futuro está nos cuidados ao paciente

A saúde do futuro está nos cuidados ao paciente

A onda de especializações na área da medicina, como fisioterapeutas, neurologistas, cardiologistas, permite atender com mais profundidade determinados problemas e males. No entanto, o excesso de expertise acabou deixando um pouco de lado a humanização. Nesse sentido, a saúde do […]

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias