COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como oferecer uma experiência única na jornada do paciente com teleconsultas

Por Iomani Engelmann em 2 de dezembro de 2020

O aumento do acesso à internet, com 130 milhões de pessoas conectadas, e o crescimento do uso de smartphones, representado por 96 milhões de aparelhos em uso no Brasil, têm trazido grandes impactos para o comportamento do consumidor. Com tantos novos hábitos virtuais, o setor da saúde também foi impulsionado: a adesão às teleconsultas foi uma consequência natural, principalmente pelos benefícios que elas garantem à jornada do paciente.

É fato que a praticidade proporcionada por esses recursos tecnológicos levou as atividades do dia a dia a serem realizadas em menos tempo e com menos custos. De maneira geral, as pessoas não perdem mais tempo fazendo buscas em vários sites para fechar a hospedagem em um hotel, por exemplo, nem fazem mais chamadas para pedir comida ou um táxi. As plataformas que reúnem produtos e serviços tornaram essas tarefas muito mais ágeis e baratas. E é claro que essa facilidade também chegou ao setor da saúde.

jornada do paciente

Com o avanço da telemedicina e de sistemas específicos que garantem a perfeita atuação a distância dos profissionais de saúde, deixou de ser necessário se deslocar para ter acesso a uma consulta médica. O tempo gasto no percurso, o estresse do trânsito, os custos do deslocamento e os riscos de contaminação no ambiente hospitalar são alguns dos problemas que os pacientes conseguem evitar ao optarem por esse modelo de atendimento. 

Especialidades como pediatria, psicologia, psiquiatria, endocrinologia e nutrição estão se adaptando bem remotamente, além de ser um modelo de consulta que permite rápido atendimento para queixas de mal-estar de um paciente, podendo ter orientação e medicação prescrita por um profissional sem precisar sair de casa.

Entenda a seguir como as teleconsultas têm contribuído para uma experiência única na jornada do paciente. Saiba como sistemas digitais adequados podem conduzir um atendimento que realmente beneficie os usuários. Confira!

Como a jornada do paciente é impactada com as teleconsultas

Por serem realizadas remotamente, as teleconsultas garantem ao paciente mais comodidade em todo o processo. É possível eliminar completamente algumas etapas da jornada do paciente, o que faz reduzir o tempo que o usuário gasta para as consultas e os exames, além de permitir que ele deixe de ter gastos com deslocamento, já que o atendimento é feito por videoconferência.
No quadro a seguir, apresentamos uma comparação entre a experiência tradicional, com o usuário indo até a clínica, e a experiência on-line:

Em resumo, é possível observar como as teleconsultas podem ser benéficas para a jornada do paciente, seja para consultas, realização de exames ou mesmo renovação da receita médica.

Os benefícios possíveis com uma jornada 100% digital

Com sistemas digitais específicos para teleconsultas, é possível garantir mais agilidade e praticidade para a jornada do paciente, com etapas simplificadas e modernas. Um sistema específico de teleconsulta oferece:

  • Agendamento on-line e automatização do envio de lembretes;
  • Elegibilidade automática (com autorização do convênio ou pagamento particular);
  • Consulta e termo de consentimento seguros e gravados;
  • Prontuário eletrônico e protocolos clínicos on-line;
  • Documentos médicos (receitas, pedidos e atestados) digitais e protegidos.

Dessa forma, a instituição ganha em eficiência, redução de custos, experiência do paciente e, consequentemente, em inovação.

Sistemas digitais como os da Pixeon, que conversam entre si, permitem que o hospital tenha processos otimizados e comunicação mais eficiente entre os vários setores, evitando erros e retrabalho. Por exemplo, ao chegar à recepção, o paciente já enviou no agendamento on-line todos os seus documentos, diminuindo o tempo de check-in.

Para exemplificar melhor os benefícios de utilizar sistemas on-line, suponhamos que uma instituição realize 5 mil consultas por mês: se 30% dos agendamentos passarem a ser feitos on-line, com apenas 10% das consultas e 25% dos retornos realizados via telemedicina, a estimativa é de que ela tenha uma redução de custo de R$ 150 mil por ano.

Ou seja, além da experiência de um novo olhar em relação à jornada do paciente, a adoção de sistemas digitais garante maior eficiência e redução de custos operacionais para a instituição de saúde.

Saiba mais sobre o uso da tecnologia na jornada do paciente. Confira este material:


Sobre o autor

Iomani Engelmann é sócio-fundador e atual diretor de Marketing e Novos Negócios da Pixeon. É presidente da Acate-SC e atua como investidor-anjo de novas empresas do ecossistema de tecnologia. Além disso, é apaixonado por novas tecnologias e saúde e tem como hobbies a culinária, atividades físicas e investimentos no mercado financeiro.

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários