COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

4 vantagens ao oferecer acesso remoto de exames de pacientes

Por Pixeon em 21 de julho de 2014

telerradiologiaCom a correria do dia a dia, os médicos radiologistas acabam perdendo muito tempo se deslocando entre as cidades ou até mesmo entre instituições para emitir os laudos. Por isso, alguns hospitais e clínicas estão oferecendo acesso remoto de exames de pacientes, que geram diversos benefícios para as instituições e também para os profissionais.

 

1. Redução de custos com deslocamento

Com o acesso remoto de exames de pacientes, os médicos radiologistas não precisam mais se deslocar até cidades fora dos grandes centros para visualizar as imagens e emitir laudos. Em outros casos, são os exames em filmes que são enviados até o radiologista. Assim, a instituição reduz custos com o envio dos filmes ou deslocamento do profissional que, por sua vez, poupa tempo com longas viagens.

 

2. Aumento da produtividade

O fato de não ser mais necessário o deslocamento frequente do médico radiologista para outras cidades, fazendo com que se perca horas de trabalho durante a viagem, aumenta consideravelmente a produtividade do profissional, que consegue laudar mais exames por dia.

 

Além disso, a possibilidade de visualizar as imagens de qualquer local diminui até mesmo os deslocamentos dentro da cidade, permitindo que um único médico consiga atender mais de uma instituição.

 

3. Melhoria no diagnóstico

Dependendo do exame realizado, o número de imagens geradas pode ser muito alto. Ressonâncias e tomografias chegam a produzir 2000 imagens por exame. Nesse caso, é inviável imprimir tudo e enviar para que o médico possa analisar. Por isso, acessar as imagens em um sistema é muito mais rápido e prático, até mesmo porque o médico tem ferramentas que auxiliam na manipulação da imagem, tornando o diagnóstico mais assertivo.

 

4. Segunda opinião em casos de emergência

Mesmo que o radiologista não esteja no hospital no momento em que ocorrer um atendimento de emergência, é possível que equipe faça o compartilhamento das imagens e consulte a opinião de um segundo profissional sobre o tratamento mais adequado para aquele paciente. Nesse caso, a intenção não que o médico emita o laudo, mas sim dê o seu parecer sobre as imagens do exame.

 

Ao viabilizar o acesso remoto de exames de pacientes, sua instituição tem benefícios com a redução de custos e melhoria no atendimento, uma vez que o médico radiologista não precisa mais se deslocar e pode emitir o laudo mesmo sem estar na clínica ou hospital. Por isso, as instituições estão cada vez mais aderindo a essa  tecnologia no segmento de medicina diagnóstica.

 

Ficou alguma dúvida? Compartilhe nos comentários abaixo.

 

Conheça também:

 

4 tecnologias para melhorar o trabalho em centro de diagnóstico por imagem

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

Um milésimo de segundo faz sim toda diferença nessa área. Agilidade, Inovação, Integridade e Privacidade, precisam estar em perfeita sintonia, focados no salvar vidas, aprimorar atendimento e transformar a saúde.   O Brasil está vivendo mais um marco legal, que […]

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

O gestor de uma instituição de saúde precisa ter em suas mãos a gestão de custos hospitalares de forma efetiva. A gestão de custos vai apontar os principais gargalos da instituição. Mais do que isso, a gestão de custos eficiente traz o questionamento: podemos fazer mais e melhor com os recursos que temos? É importante entender que a informação de custos pode ser aplicada como ferramenta de suporte à tomada de decisão gerencial e estratégica e não meramente como forma de controle e de cortes.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias