COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Indicadores ONA: como um sistema de gestão auxilia a aplicação da metodologia do Sistema Brasileiro de Acreditação

Por Pixeon em 19 de Março de 2014

ID-100173114A Organização Nacional de Acreditação (ONA) é uma entidade não governamental sem fins lucrativos e com validade em todo território nacional. Sua função principal é implantar processos permanentes de avaliação para certificar a qualidade dos serviços de saúde, a fim de promover melhorias em todas as instituições prestadoras de serviços de saúde no Brasil. Para praticar essa avaliação, a organização trabalha com alguns critérios, denominados indicadores ONA.

 

Os indicadores ONA classificam as instituições avaliadas em 3 níveis:
– Nível 1 – Acreditado: a instituição recebe essa certificação quando tem o foco apenas na segurança do paciente, garantindo que será feita a manutenção de toda a estrutura, desde a parte física até mesmo de processos de trabalho.
– Nível 2 – Acreditado Pleno: para atingir o segundo nível, além da segurança, também é preciso estar atento à organização de processos. Nas instituições de classificação Nível 2, normas e rotinas são documentadas, além de ser feito o acompanhamento dos processos, com a finalidade de sempre melhorar o atendimento ao paciente.
– Nível 3 – Acreditado com Excelência: é o nível mais alto que uma instituições pode atingir. Além de focar na segurança e na organização, também é indispensável possuir a gestão das informações para a tomada de decisão. Com a gestão adequada, a instituição faz a análise dos resultados e do impactos das ações para a população atendida e ajustes de perfil epidemiológico.

 

Possuir a certificação mais completa, Nível 3, significa que sua instituição está de acordo com todos os indicadores ONA. Para atingir esse patamar, é imprescindível possuir um bom sistema de gestão. Essas ferramentas são fundamentais principalmente na hora de decidir estratégias, pois reúnem as informações necessárias e as disponibilizam em gráficos, facilitando a sua análise. A gestão dos processos de trabalho também é importante nesse ponto, já que permitem a automatização de tarefas e aumentam a produtividade da equipe. Além disso, um sistema de gestão ideal permite obter através da internet e em tempo real, os indicadores para a avaliação dos sistemas de assistência, gestão e qualidade, para a aplicação da metodologia do Sistema Brasileiro de Acreditação.

 

As instituições não são obrigadas a aderirem à metodologia, mas estar em conformidade com indicadores ONA traz mais qualidade de assistência, pois a acreditação é um instrumento de avaliação da qualidade que garante às entidades de saúde e aos clientes mais segurança ao estabelecer negócios.

 

Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe nos comentários abaixo.

 

Conheça também:

 

call-to-action-02

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Inteligência artificial na saúde: aplicações na Radiologia

Inteligência artificial na saúde: aplicações na Radiologia

  O termo inteligência artificial (IA) refere-se à ciência e capacidade de programar habilidades cognitivas às máquinas, computadores. Como em muitos filmes de ficção científica que assistimos, computadores dotados de IA são capazes de realizar tarefas antes apenas desempenhadas pelo […]

Como está a saúde no Brasil no atual panorama econômico?

Como está a saúde no Brasil no atual panorama econômico?

Não há apenas uma forma de avaliar a saúde no Brasil. Há diversas variáveis que podem e devem ser levadas em consideração. Falar sobre crise, por exemplo, está bastante relacionado com uma combinação entre o cenário do produto interno bruto […]

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias