COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Por que usar um sistema pago de gestão de imagens diagnósticas em vez de um visualizador free

Por Pixeon em 26 de maio de 2014

sistema de gestao de imagens diagnosticasCom a popularização de notebooks e computadores, ocorreu uma transformação digital em diversos segmentos, inclusive na medicina diagnóstica. Os aparelhos antigos começaram a converter as imagens para o meio informatizado e os novos lançamentos já trazem essa opção integrada. Mas ainda existem alternativas gratuitas que permitem a visualização de exames digitais, contudo, essas ferramentas podem ser inferiores quando comparadas a um sistema pago de gestão de imagens diagnósticas.

 

O protocolo DICOM, que servem para padronizar o formato no qual as imagens de todos os tipos de exame devem ser armazenadas,  permite a troca de informações entre equipamentos de marcas distintas,  possibilitando a realização de diagnósticos à distância. Se o sistema de gestão utilizado não seguir essas normas, a comunicação entre instituições médicas ficará prejudicada.

 

Um sistema pago de gestão de imagens diagnósticas não limita o número de usuários no banco de dados, permitindo que o médico compartilhe o exame com um colega e solicite uma segunda opinião. Também é possível alterar a disposição das imagens na tela e salvar as reconstruções, funcionalidade que alguns visualizadores free não possuem.

 

Por último, é importante ressaltar que a a comercialização de softwares de gerenciamento e de visualização de imagens médicas não registrados na ANVISA constitui infração sanitária e sua utilização, pelos serviços de saúde, representa risco à saúde da população.

 

É perceptível que o processo de diagnóstico por imagens está utilizando cada vez menos filmes e papéis, para investir em sistemas digitais e informatizados. Mas para que o trabalho dos médicos não seja prejudicado, é preciso que se faça o uso de programas atualizados e que acompanhem as mudanças no cenário atual da medicina diagnóstica. Nesses casos, os visualizadores free podem acarretar problemas, o que justifica o investimento em um sistema pago de gestão de imagens diagnósticas.

 

Tem alguma pergunta sobre esse tema? Compartilhe nos comentários abaixo.

 

Conheça também:

 

call-to-action-4tec

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

Um milésimo de segundo faz sim toda diferença nessa área. Agilidade, Inovação, Integridade e Privacidade, precisam estar em perfeita sintonia, focados no salvar vidas, aprimorar atendimento e transformar a saúde.   O Brasil está vivendo mais um marco legal, que […]

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

O gestor de uma instituição de saúde precisa ter em suas mãos a gestão de custos hospitalares de forma efetiva. A gestão de custos vai apontar os principais gargalos da instituição. Mais do que isso, a gestão de custos eficiente traz o questionamento: podemos fazer mais e melhor com os recursos que temos? É importante entender que a informação de custos pode ser aplicada como ferramenta de suporte à tomada de decisão gerencial e estratégica e não meramente como forma de controle e de cortes.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias