COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como organizar a coleta domiciliar para laboratórios

Por Equipe Pixeon em 7 de julho de 2015

Em vários setores, uma das maiores prioridades dos últimos tempos é fornecer cada vez mais conveniência em serviços. É muito comum encontrar autoatendimentos, aplicativos e plataformas para os mais variados tipos de serviços, com o objetivo de tornar a vida de todo mundo que usufrui deles mais fácil. Na saúde, os sistemas de gestão laboratorial já são capazes de permitir o autoatendimento no agendamento de exames e a automatização de diversos processos, otimizando o fluxo de unidades.  Entretanto, um bom sistema de gestão precisa oferecer conveniência tanto dentro quanto fora da instituição de saúde, otimizando o tempo do paciente em todas as circunstâncias. Assim, é importante ter um sistema que dê ferramentas para organizar a coleta domiciliar para laboratórios e ajude o administrador a ter controle de sua equipe externa. Com um sistema que ajuda a organizar a coleta domiciliar, é possível identificar coletadores disponíveis por região de atendimento e assim tornar o processo ágil.

O paciente que precisa marcar uma coleta de sangue para a parte da manhã, por exemplo, utilizando o sistema de gestão, o processo de cadastro é simples e pode ser feito rapidamente pelo atendente. O encarregado informa o endereço do paciente e o tipo de procedimento que ele precisa realizar e o sistema traz imediatamente os coletadores disponíveis naquela região. O cadastro dos coletadores também é simples de realizar e encontrar, buscando por nome e especialmente por região. Nele é possível consultar a disponibilidade da agenda de cada um, fazer a marcação automaticamente e informar, durante o próprio atendimento telefônico, ao paciente o nome do coletador que vai à sua casa.

Além de organizar a coleta domiciliar, o sistema consegue dar uma visão mais estratégica para o gestor, pois fornece dados e relatórios sobre as regiões da cidade que mais utilizam o serviço, além de uma visão sobre a agenda de cada coletor em cada região. Desta forma, o administrador consegue traçar planos de atuação em cada região de acordo com a demanda real de sua unidade.

 

 Quer entender melhor sobre os processos para organizar a coleta domiciliar em sua instituição de saúde? Entre em contato com nossa equipe especializada e tire suas dúvidas!   Conheça também:

 

 

 

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Os comentários estão desativados.