COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

O que é soroteca?

Por Pixeon em 12 de agosto de 2015

sistema laboratorialQuando um paciente realiza qualquer tipo de exame que exige coleta, como urina ou sangue, as amostras são enviadas para a análise em equipamentos para gerar resultados. Ao término desse procedimento, alguns tipos de materiais precisam ser armazenados para futuras conferências ou estudos formando uma espécie de acervo com prazo de validade de de alguns dias ou semanas, dependendo do tipo de amostra. Esse armazenamento é chamado de soroteca e evita que o paciente precise refazer todas as etapas para um novo exame, caso necessário, por exemplo. Isso proporciona mais agilidade nos processos, evitando geração de novos custos e dando mais credibilidade às unidades laboratoriais.

 

No passado, o controle da soroteca era feito manualmente e não havia uma categorização das amostras. Isso, além de dificultar o trabalho dos bioquímicos, podia causar perda ou mistura de algumas amostras com outras, podendo gerar uma série de complicações em relação ao diagnóstico.

 

Clínicas modernas, que já adotaram sistemas de gestão que automatizam o controle de amostras da soroteca via software, podem usufruir de uma série de funcionalidades que ajudam no controle total desses materiais. São elas:

 

 Armazenamento – O armazenamento é feito por galeria. Os tubos podem ser organizados por racks (uma espécie de prateleira) identificados por cor, formato ou código de barras. Quando a amostra é coletada ela é classificada facilmente com os dados do paciente.

 

 Pesquisa – A pesquisa da amostra na soroteca é rápida. Basta informar os dados de atendimento do paciente que o sistema localiza a geladeira,  o rack e o número do posicionamento em que a amostra está armazenada. O sistema também indica quais procedimentos foram realizados com cada amostra, indicando quais ainda não foram realizados antes dos tubos serem novamente armazenados.

 

 Expurgo – O sistema consegue rastrear e gerar relatórios de quais amostras já não são adequadas para novos exames, informando quais itens precisam ser descartados, tornando o armazenamento eficiente.

 

O uso de um sistema de gestão para controlar a soroteca evita transtornos para laboratório e pacientes, pois permite localizar facilmente uma amostra, evitando que seja preciso chamar o paciente para colher novamente o material em caso de necessidade de repetir o exame.

 

Conheça mais sobre a soroteca e os sistemas de gestão que automatizam e otimizam os processos de armazenamento da sua clínica. Entre em contato com a nossa equipe de especialistas e tire suas dúvidas!

 

 

Conheça também:

call-to-action2-08

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Os comentários estão desativados.

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

LGPD – Integridade, Privacidade e Inovação na Saúde

Um milésimo de segundo faz sim toda diferença nessa área. Agilidade, Inovação, Integridade e Privacidade, precisam estar em perfeita sintonia, focados no salvar vidas, aprimorar atendimento e transformar a saúde.   O Brasil está vivendo mais um marco legal, que […]

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

Como a gestão de custos hospitalares impacta na tomada de decisões

O gestor de uma instituição de saúde precisa ter em suas mãos a gestão de custos hospitalares de forma efetiva. A gestão de custos vai apontar os principais gargalos da instituição. Mais do que isso, a gestão de custos eficiente traz o questionamento: podemos fazer mais e melhor com os recursos que temos? É importante entender que a informação de custos pode ser aplicada como ferramenta de suporte à tomada de decisão gerencial e estratégica e não meramente como forma de controle e de cortes.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias