COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como potencializar a gestão estratégica e análise de dados em hospitais

Por Equipe Pixeon em 22 de dezembro de 2021

Muitos hospitais começaram a adotar tecnologias para otimizar suas atividades, principalmente para facilitar a comunicação com os pacientes. Hoje, as instituições já usam, por exemplo, aplicativos de mensagens instantâneas como canais de atendimento e agendamento, e, com isso, têm lidado com informações já produzidas em ambiente digital. É preciso, no entanto, investir também na análise de dados em hospitais, para assim ter mais eficiência e segurança no controle da informação e tomar decisões estratégicas mais assertivas.

Neste post, saiba como potencializar a gestão estratégica e a análise de dados na sua instituição. Acompanhe!

Sistemas digitais como suporte à análise de dados em hospitais

A transformação digital começa pela automação de atividades e processos antes realizados de forma manual. Portanto, o agendamento por aplicativo de mensagens é realmente inovador quando executado por um chatbot, dispensando um operador humano. Instituições que investem nesse tipo de solução demonstram valorizar a experiência do paciente e o interesse em oferecer um atendimento mais eficiente.

A automação e a digitalização são os primeiros passos para mudar a cultura organizacional da instituição. Sua gestão e seus colaboradores devem olhar as tecnologias como ferramentas que otimizam resultados e, principalmente, o cuidado às pessoas. 

Os sistemas digitais de gestão são essenciais para isso, já que garantem o armazenamento e a circulação segura de informações. Mas essas soluções podem também potencializar a gestão e a análise de dados. Assim, decisões estratégicas são tomadas mais rapidamente com base em informações confiáveis.

Veja como os sistemas digitais podem contribuir no seu hospital: 

 

Indicadores hospitalares

Ao implantar sistemas digitais em todos os setores da sua instituição, uma série de indicadores hospitalares podem ser gerados, como:

 

  • Taxa de glosas;
  • Porcentagem de não pagamentos de convênio que representam a receita líquida do hospital;
  • Taxa de ocupação dos leitos — que indica tempo de ocupação, rotatividade e ociosidade dos leitos — e de ocupação de salas de cirurgia ;
  • Procedimentos mais rentáveis; 
  • Número de atendimentos realizados por cada profissional;
  • Contas a pagar, faturamento, repasses, entre outros. 

 

Saiba quais indicadores contribuem para otimizar a produtividade da sua instituição: 

9 indicadores hospitalares para melhorar a produtividade

 

Gestão de vacinas

Com o uso de sistemas digitais, sua instituição consegue também gerir com eficiência diversas informações relacionadas a vacinas, como registro da Anvisa, número do lote e validade. É possível registrar todos os detalhes de uma aplicação — como dados do paciente, data e horário, — assim como rastrear cada imunizante para garantir a segurança do procedimento.

Não menos importante é fazer um provisionamento da demanda, para não ter problemas com a falta ou excesso de vacinas, o que pode causar desperdício. 

Descubra como aperfeiçoar o controle de vacinas: 

Como aumentar a eficiência nas instituições de saúde

 

Controle de materiais e medicamentos

Assim como as vacinas, materiais e medicamentos têm todas suas informações registradas e rastreadas pelo sistema digital. Você tem como saber qual profissional foi o responsável pela liberação de um determinado remédio, por exemplo. Dessa maneira, você controla melhor a dispensação, reduzindo casos de administração incorreta de medicamentos. 

Seu hospital também pode integrá-lo às prescrições médicas, o que facilita a consulta sobre qual medicamento o paciente precisa e suas dosagens. Os sistemas ainda ajudam a reduzir custos e evitar falta de materiais, pois os processos de solicitação e compras são mais ágeis e fáceis de administrar.

Veja também: Como organizar a farmácia hospitalar com um sistema para armários

 

Análise de dados: visão estratégica na gestão hospitalar 

Você pode estar se perguntando como é possível gerir tantas informações com eficiência e aproveitá-las para tornar suas atividades e processos melhores, disponibilizando-as rapidamente para os tomadores de decisão da sua instituição. Todos esses dados são mais facilmente geridos e acessados com uso de soluções digitais integradas e de ferramentas de Business Intelligence (BI).

A plataforma digital de agendamento da sua instituição — seja um site ou aplicativo de mensagem —, deve ser integrada ao seu sistema de gestão e a todas as demais soluções do hospital, como o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) e PACS. Assim, as informações permanecem não só mais seguras, como também acessíveis por todos os profissionais autorizados.

O sistema BI possui recursos para coletar os dados de todas as soluções, analisá-las e apresentá-las em painéis intuitivos para os tomadores de decisão. São fornecidos indicadores e informações preditivas para que seja possível analisar situações com antecedência.

Dessa maneira, pode-se identificar falhas e excessos, seja na gestão de vacinas, no controle de materiais e medicamentos, em taxas de glosas ou no atendimento ao paciente.

Entenda melhor como a automação e a gestão avançada de dados contribuem para a gestão hospitalar. Baixe o material: Transformação digital para saúde: automação de processos e gestão digital para hospitais

transformação-digital

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários