COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como promover a integração hospitalar com sistemas digitais?

Por Equipe Pixeon em 5 de outubro de 2021

integração hospitalar

À medida que a tecnologia foi sendo incorporada à medicina, as pessoas começaram a ter mais acesso aos serviços de saúde, que se tornaram mais eficientes e precisos. Dessa forma, as instituições passaram a atender mais pessoas e, assim, a aumentar suas receitas. No entanto, novos desafios de gestão surgiram, principalmente relacionados à análise de dados. Afinal, como promover a integração hospitalar para ter maior controle sobre as informações de todos os setores e tomar melhores decisões?

É sobre isso que vamos falar neste post. Continue acompanhando e veja como integrar seu hospital com uso de sistemas digitais. 

Seu objetivo é superar os desafios da gestão hospitalar? Conheça as 7 tecnologias para resolver seus principais desafios no material:

saude publica

 

Como a tecnologia promove a integração hospitalar

A tecnologia contribui para o trabalho dos médicos em diversas atividades e especialidades, basta você recordar as soluções usadas em consultas, cirurgias e exames de diagnósticos por imagem. Todas proporcionam mais agilidade e segurança para profissionais e pacientes, não é mesmo?

Certamente sua instituição possui ferramentas para apoiar seus colaboradores, mas apenas isso não é suficiente para oferecer um atendimento mais humano e inovador. Seu hospital precisa ter também uma gestão eficiente, algo importante para otimizar processos e economizar recursos.

Mas como fazer isso na prática? Por meio de soluções digitais com recursos para integrar todos os setores do seu hospital e centralizar as informações. 

Veja os principais benefícios em implementar uma solução para promover a integração hospitalar:

  • Integração de todas as áreas do hospital;
  • Centralização de todas as informações da jornada do paciente e demais processos da instituição;
  • Facilidade para que médicos, enfermeiros e técnicos acessem todo o histórico do paciente;
  • Redução das atividades burocráticas e repetitivas dos colaboradores;
  • Eliminação do papel;
  • Aumento do tempo disponível para os colaboradores atenderem com mais proximidade e empatia os pacientes;
  • Formação de um banco de dados confiável para apoiar a tomada de decisão.

Com o uso de um sistema de gestão digital, você pode integrar todos os equipamentos do hospital e ainda gerar relatórios sobre o desempenho de cada setor. Os erros também são minimizados, pois não há necessidade, por exemplo, de buscar dados para preenchê-los manualmente em uma ferramenta de planilhas, o que reduz o tempo dedicado nessa atividade.

Mas seu hospital também pode aproveitar recursos mais avançados ao implantar um sistema com Business Intelligence (BI), uma tecnologia adotada pelos hospitais mais inovadores do mercado.

Leia também: A importância do Business Intelligence na gestão da saúde

 

A importância do BI para decisões estratégicas

O controle de custos é um dos maiores desafios para os gestores de hospitais. Sem sistemas digitais é muito difícil mensurar, por exemplo, o valor de custo de uma sala cirúrgica, algo tão relevante, já que sua ociosidade representa um prejuízo financeiro significativo para a instituição.

Com o BI, é possível:

  • Acompanhar detalhadamente os resultados de cada setor para verificar se algum deles não está produzindo bons resultados ou oferecendo um bom atendimento ao paciente;
  • Identificar quais médicos estão atendendo mais pacientes e quais não estão trazendo novas oportunidades para o hospital;
  • Verificar qual o gênero é mais atendido na instituição — inclusive de acordo com outras variáveis, como tipo de doença ou procedimento;
  • Descobrir as faixas etárias mais atendidas, assim como a origem das pessoas que procuram os serviços da sua instituição, e muito mais.

Aliás, ao ter em mãos dados sobre os pacientes que são atendidos no seu hospital, é possível planejar ações para fidelizar determinado público ou para atrair novos perfis de pessoas, com o intuito de aumentar o seu market share.

Portanto, o BI permite diversas análises avançadas a partir da coleta e compilação de dados para que sejam então utilizados como apoio para a tomada de decisão. Diversos indicadores hospitalares e avaliações podem ser mensurados com  o uso da solução, tais como:

  • Volume de agendamentos;
  • Tempo médio de espera do paciente;
  • Taxa de ocupação do centro cirúrgico;
  • Número de consultas ou exames realizados por um médico em específico;
  • Crescimento efetivo da instituição;
  • Avaliação do estoque e suprimentos;
  • Performance das agendas;
  • Contas a pagar, entre outros.

É preciso destacar, ainda, que todas essas e outras informações adquiridas com o BI são fornecidas de forma preditiva. Em painéis intuitivos, todos os dados são visualizados, podendo ser apresentados a partir da visão de diferentes atores que fazem parte do negócio, como pacientes, profissionais, fornecedores e convênios.  A ideia principal é que o gestor tenha acesso a insights valiosos para planejar ações estratégicas e expandir os negócios da instituição. 

Os sistemas digitais podem ajudar muito as instituições de saúde a otimizar processos e oferecer um atendimento mais humanizado aos seus pacientes. A Pixeon desenvolve softwares com esses objetivos. Confira o material “Lumia, como a inteligência artificial transforma a experiência do paciente”  e descubra como usar a tecnologia a favor do seu hospital.

ebook-lumia

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários