COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Como aproveitar a jornada digital do paciente e aumentar os atendimentos

Por Equipe Pixeon em 15 de dezembro de 2021

Como aproveitar a jornada digital do paciente e aumentar os atendimentos

Muito tem se falado sobre a jornada digital do paciente. As relações de consumo estão acontecendo com muito mais frequência por meio virtual e, com a saúde, estão tomando o mesmo caminho. Com a pandemia, foram intensificadas as atividades on-line. Passamos a fazer quase tudo virtualmente para evitar a aglomeração e nos proteger do vírus.

Como as chances de se contaminar são ainda maiores no ambiente hospitalar, foi inevitável a regulamentação das teleconsultas, que estão no topo da lista de atividades que as pessoas mais passaram a fazer remotamente, com crescimento de 34%, segundo pesquisa da consultoria Kantar.

Ainda que a proposta tenha sido apenas para o período de pandemia, espera-se que o atendimento remoto seja mantido, uma vez que a aceitação tem sido grande entre os pacientes, mesmo entre os idosos, que se imaginava que seriam resistentes à novidade.

Mas é fato que já estamos vivendo a era do paciente digital. Quanto mais facilidade no processo, melhor. É isso o que as pessoas estão buscando. Portanto, se deslocar até uma clínica ou um hospital já se apresenta como um obstáculo à praticidade esperada pelo paciente.

O que talvez as instituições de saúde ainda não tenham se dado conta é do quanto a jornada digital do paciente expande oportunidades para os profissionais que nelas atuam: mesmo com o receio do desconhecido, essa é uma vantagem que vale o risco.

Neste artigo, levantamos as principais vantagens trazidas pela jornada digital do paciente, além de orientações para oferecer um atendimento de qualidade nesses novos moldes e, com isso, aumentar o número de consultas.

 

O que a jornada digital do paciente traz de vantagens?

Com muitas etapas do atendimento ao paciente realizadas virtualmente, a principal vantagem que pode ser destacada é a satisfação do usuário por conta do conforto. Só de não precisar sair de casa, nem gastar com deslocamento e estacionamento, já seria suficientemente benéfico para validar a importância da jornada digital do paciente.

Oferecendo o atendimento ao paciente de modo digital desde o momento de encontrar o profissional que ele deseja consultar, a instituição consegue eliminar diversas etapas na jornada do paciente, quando há solicitação de exames.

Nesse caso, deixam de ser necessários o deslocamento até a clínica para fazer o agendamento da consulta, o retorno na instituição de diagnóstico para buscar o exame e o deslocamento até a clínica novamente para a consulta de retorno. Tudo isso pode ser feito virtualmente e de forma muito mais ágil, o que contribui para antecipar o diagnóstico e também o tratamento do paciente.

Pensando agora nas vantagens para a instituição e para o médico, as teleconsultas representam uma chance de ampliar as oportunidades de atuação. Afinal, deixam de haver barreiras geográficas e os profissionais podem ser localizados mais facilmente pela internet. Os pacientes podem ser atendidos on-line, estejam no mesmo bairro que o médico ou em qualquer outra parte do país.

Essas inúmeras possibilidades contribuem para que o médico esteja sempre com a agenda cheia, principalmente porque fica mais fácil preencher uma vaga de desistência, mesmo que a consulta seja desmarcada um dia antes ou em cima da hora.

Além disso, é possível que o médico organize sua agenda de maneira híbrida, mesclando entre atendimentos presenciais e remotos, o que também auxilia o profissional a estar sempre com a produtividade alta.

Mas, para aproveitar com consistência as vantagens da jornada digital do paciente, é preciso investir em tecnologia.

 

Como a tecnologia contribui para um atendimento digital de qualidade?

Se estamos falando de um padrão de comportamento que privilegia o digital, a tecnologia é um elemento indispensável.

A pandemia tornou populares muitas plataformas de videoconferência, usadas tanto para reuniões profissionais quanto para conversas informais entre amigos, em decorrência do isolamento social. No entanto, para a realização de teleconsultas, essas plataformas tradicionais não são as mais adequadas. O atendimento on-line ao paciente exige recursos que elas não são capazes de oferecer.

Portanto, são necessários sistemas digitais específicos para teleconsultas, que garantem o atendimento a essas necessidades próprias para eficiência e segurança no processo.

Um sistema específico de teleconsulta oferece:

 

  • Facilidade para o paciente encontrar um profissional  on-line na área que busca;
  • Agendamento on-line e automatização do envio de lembretes;
  • Elegibilidade automática (com autorização do convênio ou pagamento particular);
  • Consulta e termo de consentimento seguros e gravados;
  • Prontuário eletrônico e protocolos clínicos on-line;
  • Documentos médicos (receitas, pedidos e atestados) digitais e protegidos.

 

Com um sistema completo para teleconsulta, as instituições de saúde podem oferecer maior segurança, eficiência e uma experiência diferenciada aos seus pacientes. Além disso, há redução de custos e maior inovação nos processos e para a instituição. 

Saiba mais sobre o uso da tecnologia na jornada digital do paciente. Confira este material:

Transformação digital para saúde: automação de processos e gestão digital para hospitais

jornada digital do paciente, Como aproveitar a jornada digital do paciente e aumentar os atendimentos

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários