Saúde digital: como os sistemas de gestão podem reduzir custos
COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Saúde digital: como os sistemas de gestão podem reduzir custos em hospitais

Por Éderson Luiz de Oliveira em 13 de agosto de 2019

A gestão hospitalar enfrenta constantemente inúmeros desafios que prejudicam a redução de custos. Investir na saúde digital, por meio de ferramentas que automatizam os processos, é fundamental para identificar o que está prejudicando o orçamento. Isso porque a gestão financeira hospitalar envolve muito mais do que o controle  básico do fluxo de caixa ou outras operações contábeis tradicionais. Para reduzir custos, é preciso analisar os processos hospitalares de ponta a ponta, identificando falhas nas operações que possam impactar o orçamento. 

Veja porque investir na saúde digital é o melhor caminho para ampliar o controle financeiro e evitar dívidas nas instituições hospitalares!

saude digital

Os desafios enfrentados na redução de custos nos hospitais

Planos de saúde fechando, falta de repasses para hospitais, a inflação médica, entre outros fatores estão influenciando no aumento dos custos hospitalares. Enquanto os valores sobem, encontrar um caminho para a redução parece cada vez mais distante.

Alguns processos internos ou a falta deles também são responsáveis pelo aumento das despesas dentro das instituições médicas. Entre os principais gargalos, podemos listar:

  • falta de planejamento financeiro;
  • dificuldade em controlar custos;
  • não reconhecer os desperdícios;
  • não fazer o monitoramento de estoques de forma eficiente;
  • processos manuais que geram retrabalho;
  • glosas e dificuldade de rastreamento de dados;
  • falta de transparência e de acesso às informações e métricas de custos;
  • entre outros. 

De modo prático, podemos afirmar que a gestão de custos deve começar desde o momento em que o paciente dá entrada em um hospital. As informações sobre o atendimento devem ser utilizadas para avaliar o tempo que está sendo dedicado a cada procedimento. O objetivo é que processos, etapas, prazos e fluxos sejam utilizados para rastrear os custos dentro da instituição.

Assim como nas empresas, os hospitais precisam contabilizar o custo de cada departamento. Alguns terão despesas mais expressivas em relação a determinados custos, como a telefonia, por exemplo, que é muito utilizada pelas áreas administrativas e de atendimento. Enquanto que o departamento médico e de enfermagem utilizam menos. 

Com base nessas informações, é possível identificar quais são os departamentos que estão tendo maiores gastos ou até desperdícios e pensar em estratégias para reduzi-los. A integração dos dados vai permitir análises mais precisas e detalhadas sobre as despesas. 

Saúde digital: como um sistema de gestão pode ajudar na redução de custos

Os processos manuais estão entre os maiores vilões da gestão de custos. No modelo manual, geralmente, feito em planilhas, cada departamento é responsável pela sua gestão de custos. As informações sobre as entradas e saídas de cada departamento são inseridas nas planilhas de cada área e, ao final de um determinado período, o financeiro reúne as informações, cruza e analisa os custos.

Alguns hospitais utilizam sistemas, instalados nos computadores, em cada departamento e realizam o registro das informações. Apesar de oferecer certa automatização, o maior problema dessas ferramentas é a falta de sincronização. Ou seja, não há cruzamento e comparação de dados automática, o que pode acabar encobrindo falhas ou erros. 

Um sistema de gestão online permite que todo esse trabalho seja feito de forma automatizada. Ao receber os insumos, a nota fiscal é registrada no sistema. Conforme os materiais vão sendo usados, o sistema vai atualizando o estoque e o banco de dados de cada departamento. 

Outras informações, também podem ser inseridas no sistema e os profissionais responsáveis conseguem fazer o controle e a gestão de custos com maior agilidade. Além disso, o registro das informações é feito com total precisão e menos riscos. Isso evita que erros sejam cometidos e prejudiquem a gestão financeira dos hospitais.

O sistema permite que o financeiro tenha uma visão completa e detalhada sobre o uso de cada recurso, sobre os processos e seus custos. Com o controle dessas informações, é possível identificar quais áreas têm potencial para gerar melhores resultados ou aplicar melhorias. Assim, ao investir em tecnologias que ajudam a identificar os gargalos operacionais, de infraestrutura e dos fluxos de atendimento da instituição a gestão de custos se tornará mais eficiente, aperfeiçoando a tomada de decisões estratégicas da organização

Os sistemas de gestão da Pixeon ajudam no monitoramento em tempo real dos dados, facilitando a jornada de trabalho do gestor e contribuindo com a análise dos custos de forma integral, avaliando os departamentos de ponta a ponta. O software apresenta também informações financeiras de cada setor, paciente e procedimentos realizados. Os dados incluem as horas trabalhadas de cada profissional, bem como os recursos utilizados, diárias de internação, etc. 

Continue acompanhando nossos artigos e se mantenha informado sobre as principais tecnologias do setor. Aproveite para conferir nossas dicas de como administrar os materiais, insumos e medicamentos de um hospital.

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Inovação em saúde: hospital 4.0, IA, e outras tendências

Inovação em saúde: hospital 4.0, IA, e outras tendências

A inovação em saúde está evoluindo em diferentes aspectos. A relação com a tecnologia tem proporcionado resultados substanciais no desenvolvimento de soluções avançadas para que a identificação de doenças seja feita de forma ainda mais rápida, assim como a cura […]

Quiz para clínicas: quais os diferenciais da sua instituição?

Quiz para clínicas: quais os diferenciais da sua instituição?

Oferecer um atendimento humanizado não deveria ser um diferencial das clínicas de saúde. Entretanto, a escassez desse fator tão fundamental tem feito com que algumas clínicas se destaquem por pensar no paciente de forma humana. Você sabe quais são os diferenciais que destacam a sua organização? Descubra no quiz para clínicas.

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias