COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

O controle de autorização da OPME

Por Pixeon em 16 de junho de 2015

shutterstock_142527916Muitos hospitais trabalham com materiais diferenciados para cirurgias de grande porte, materiais esses chamados de OPMEs – Órteses, Próteses e Materiais Especiais. Por serem especiais, estes suprimentos necessitam de maior investimento e, assim, influenciam diretamente nos lucros da unidade de saúde. Por isso, é importante adotar um sistema de gestão que forneça controle total do processo, desde a solicitação e autorização da OPME, até sua chegada e utilização.

 

Com um sistema como o Smart, é possível fazer toda a gestão de materiais especiais em uma mesma plataforma, em regime ambulatorial. A primeira etapa para uso de procedimentos eletivos é a cotação junto aos fornecedores, depois o envio para o convênio aprovar, a autorização e a efetivação da compra. Para a solicitação de autorização é preenchido o formulário com cotações e enviado a Operadora de Saúde, que autoriza o fornecimento.

 

Em casos de urgência, a rapidez desse processo pode interferir diretamente na saúde e atendimento adequado do paciente. Assim, ter um sistema que faça a gestão de todas essas etapas do controle de autorização da OPME é de extrema importância para uma instituição de saúde.

 

Em um exemplo prático, suponhamos que um paciente sofreu um acidente de carro e fraturou o fêmur. Assim que chega ao hospital, é levado ao centro cirúrgico e identifica-se que ele precisará de um material especial em sua cirurgia. Assim, é feita uma solicitação junto ao fornecedor, que leva o material para a cirurgia e posteriormente o médico faz o relatório médico, bem como, a solicitação do OPME via sistema. Posteriormente a central de autorização faz a solicitação de autorização junto ao convênio do paciente. Então, o convênio autoriza o material. Esse processo precisa ser feito com rapidez, pois o paciente está no centro cirúrgico aguardando o material para que o procedimento seja executado.

 

Para ser um processo ágil e preciso, o controle de autorização da OPME deve ser feito com a ajuda de um sistema de gestão. Assim, é possível evitar glosas, otimizar os lucros, utilizar uma única plataforma para gerenciar todo o processo, além de atender mais rápido e melhor aos pacientes que necessitem desse tipo de procedimento.

 

Quer saber mais sobre o controle de autorização da OPME? Nossa equipe está à disposição para qualquer dúvida ou questionamento, entre em contato!

 

Conheça também:

acesso a distância do PACS

 

COMPARTILHE
  • Linkedin
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Comentários

Veja também

Acompanhe as novidades sobre nossos produtos e novas parcerias

Como potencializar a administração da farmácia hospitalar

Como potencializar a administração da farmácia hospitalar

O hospital tem áreas de extrema importância para que sua rotina transcorra sem problemas. Uma das áreas mais importantes no tratamento dos pacientes é a farmácia. Administrar a farmácia é uma tarefa crucial, que precisa estar sempre bem organizada e, por isso, a melhor opção é utilizar integrar o sistema de gestão da farmácia e o sistema geral do hospital.

Benchmarking dos indicadores de desempenho laboratorial

Benchmarking dos indicadores de desempenho laboratorial

O termo benchmarking vem do inglês benchmark e significa “marco de referência”. No segmento de laboratórios, trata-se do processo que as organizações buscam outras instituições para comparar e aprimorar resultados, a partir de indicadores de desempenho laboratorial. A prática existe […]

O impacto das novas tecnologias nos laboratórios de análises clínicas

O impacto das novas tecnologias nos laboratórios de análises clínicas

A transformação digital tem impulsionado o desenvolvimento de novas práticas para gestão e a realização de exames. A inclusão de inovações tecnológicas na saúde torna possível aumentar a eficiência dos processos clínicos, ampliar a produtividade, e reduzir os desperdícios de […]

Acompanhe a Pixeon. Leia mais notícias